fbpx

TELEVENDAS: SP (11) 3855-7000 ou (11) 3352-7000 | OSASCO (11) 3966-7000 | SJC (12) 3928-7000 | SANTOS (13) 3040-7000 | SOROCABA (15) 3224-7000 | CAMPINAS (19) 3267-7000 | CURITIBA (41) 3778-7000 | JOINVILLE (47) 3419-7000

Conta de luz mais cara? Saiba como economizar

De acordo com especialista em economia de energia, o chuveiro elétrico e o aquecedor tornam-se os principais vilões das residências nessa época do ano, mas há maneiras de reduzir o consumo.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que a bandeira tarifária da conta de energia do mês de maio será verde, ou seja, não haverá cobranças adicionais. No entanto, mesmo com a previsão de ficar mais barata para o consumidor, a conta de luz do Brasil ainda é a 2º mais cara do mundo, ficando atrás apenas da Colômbia, de acordo com uma pesquisa divulgada em 2022 pela plataforma Cupom Válido, a partir de dados da Associação dos Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace).  Em seguida, vem a Turquia (3º), Chile (4°), e Portugal (5°). Segundo a pesquisa, nos últimos cinco anos, o custo da energia elétrica no país aumentou 74%.

Com a chegada do inverno e as quedas nas temperaturas, alguns produtos começam a sair do armário, como o aquecedor elétrico, e também passamos a tomar banhos quentes com mais frequência. O que muitos consumidores não sabem é que esses aparelhos estão entre os principais vilões das residências quando o assunto é conta de energia elétrica.

“Em função da chegada da estação mais fria do ano, produtos como a torneira elétrica e o chuveiro elétrico, são alterados para a posição “Inverno”, para proporcionar maior conforto para o usuário. Outros têm sua utilização intensificada, como a máquina de lavar roupas, pois utilizamos mais roupas no inverno, e também o microondas, pois no inverno as pessoas consomem normalmente alimentos mais quentes”, explica Wagner Sousa, Gerente Comercial da Andra Materiais Elétricos da unidade de São José dos Pinhais (PR) e especialista em economia de energia.

Como funciona o cálculo de energia desses aparelhos?

Segundo o especialista, a conta de energia elétrica poderá aumentar no inverno, pois aumentamos a temperatura (potência) do chuveiro nesse período, além disso, quando estamos em uma temperatura agradável, a tendência é que passemos mais tempo no chuveiro. Outro vilão da conta de energia poderá ser a torneira elétrica que, no inverno, em muitas residências, ultrapassa o gasto do chuveiro elétrico.

O aquecedor elétrico, por sua vez, tem cerca de 1/3 (33%) do consumo de energia elétrica de uma torneira elétrica e cerca de 1/4 (27%) do consumo de energia elétrica do chuveiro. Porém, o especialista ressalta um fato que é muito importante de se notar no uso do chuveiro e da torneira elétrica: é praticamente impossível ficarmos 4 a 6 horas com estes equipamentos ligados ininterruptamente. O que é extremamente possível com um aquecedor elétrico nos dias mais frios em um uso residencial. Então a frase chave para utilização deste produto é: tempo de utilização.

“Se ficarmos atentos em relação ao uso destes produtos em casa, podemos economizar energia elétrica de forma eficiente, para isto o que temos de ter é informação para decidir como utilizar cada aparelho”, explica Wagner.

Existe alguma forma de substituir o chuveiro elétrico?

De acordo com Wagner, o chuveiro elétrico consome no mínimo o equivalente a 80 lâmpadas ligadas. Para substituir o aparelho em casa, é possível mudar o aquecimento da água do chuveiro elétrico por aquecimento a gás, por exemplo. No entanto, todas as soluções terão um investimento bastante alto, além de uma enorme reforma, caso não tenha todo o encanamento e infraestrutura para inserir esta solução. Porém, a longo prazo, o custo do gás, comparando em números atuais, tende a ser mais baixo, mesmo se considerarmos todo o custo de instalação inicial. Outra alternativa é optar pela instalação de energia elétrica fotovoltaica (energia solar), que também é extremamente compensadora.

“Para quem não tem condições de realizar esse investimento, podemos sugerir a troca do chuveiro comum de 4 temperaturas por um chuveiro com controle eletrônico. Este produto fará com que você não tenha de ajustar a temperatura para baixo com uma maior vazão de água não aquecida, o que acontece muito quando estamos com o chuveiro na posição “Inverno” e abrimos o registro para deixar a temperatura da forma como gostaríamos”, complementa o especialista.

Com essa alteração, o consumo do chuveiro será sempre máximo nos períodos mais frios, o que não vai acontecer com o chuveiro de controle eletrônico, pois neste, poderemos ajustar a temperatura que mais nos agrada sem escalas pré-definidas (4 temperaturas no chuveiro antigo). Ou seja, podemos ajustar uma temperatura ideal sem estar no consumo máximo do chuveiro, que resultaria em custo mensal maior.

Substituição de lâmpada também faz diferença no consumo

Além das modificações no chuveiro, a troca de lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas por lâmpadas de LED gera uma economia entre 50% a 90% da energia consumida pela iluminação. Outra opção é colocar sensores de presença nos cômodos da casa, que ligam e desligam a lâmpada automaticamente, para evitar que as pessoas esqueçam a luz acesa, e até mesmo colocar um timer para limitar o tempo de uso do chuveiro.

Serviço de Eficiência Energética

A ANDRA oferece um serviço de Eficiência Energética às indústrias, hospitais, empresas e consumidores. A economia com o retrofit – alterar a estrutura sem grandes e onerosas mudanças – na iluminação envolve uma análise técnica de profissionais que estudam a situação atual, faz o levantamento dos pontos energéticos diagnosticando possíveis falhas e apresenta um estudo exclusivo, com projeções de economia financeira e energética. Os projetos já realizados reduzem o consumo entre 50% e 80%, mantendo a mesma eficiência de iluminação. Só no primeiro semestre de 2022, a equipe de projetos luminotécnicos da ANDRA já realizou 122 diagnósticos e 698 consultorias de iluminação – retrofit – apenas com especificações de iluminação.

Um deles, desenvolvido para o clube esportivo Associação Cristã de Moços (ACM) de Osasco, em 2020, trouxe uma economia de 76% nos gastos anuais com energia elétrica. O projeto envolveu a troca do sistema de alta tecnologia existente de vapores metálicos de 400W para lâmpadas LED. O ganho foi 32% em melhoria no nível de iluminação.

As etapas do retrofit luminotécnico incluem diagnóstico do local, projeto completo pensando nas melhores soluções, plano de manutenção, comparações de resultados visando não apenas a economia de energia, mas também adequação às normas técnicas e maior qualidade de iluminação. A deterioração do sistema elétrico e de iluminação com conjuntos obsoletos e fora de instruções normativas podem provocar desperdícios de energia.

Para mais informações acesse: https://www.andra.com.br/servicos/economia-de-energia/ ou ligue (11) 3855-7000.

Sobre a ANDRA

Há 46 anos no mercado, a ANDRA Materiais Elétricos e Iluminação (www.andra.com.br), é referência no mercado de comercialização e distribuição de materiais elétricos no Brasil. A marca está presente nas regiões Sul e Sudeste com 13 unidades espalhadas nas cidades de São Paulo, Santos, São José dos Campos, Sorocaba, Osasco, Campinas, São José dos Pinhais, Curitiba e Joinville, possui no total cerca de 1500 colaboradores e mais de 50 mil itens, dos principais fornecedores oferecendo soluções no mercado industrial, comercial e residencial. Todas as suas unidades contam com atendimento especializado e consultoria técnica, dando suporte aos clientes. Além de um setor para projetos de Eficiência Energética e a ANDRA Engenharia com foco em projetos e montagens de painéis elétricos.

Fonte e imagem: https://sb24horas.com.br/conta-de-luz-mais-cara-saiba-como-economizar-energia-no-inverno-sem-abrir-mao-de-aquecedores-e-chuveiros-quentinhos/

 

Compartilhe este conteúdo!